Treinamento de Equidade - Por Onde Começar?

15/07/2015 12:20

No nosso treinamento de equidade sempre começamos no trabalho de chão com um exercício chamado “Forward-Down”.

Neste exercício deixamos o cavalo parado, sempre olhando para o lado maior do picadeiro, e através de pressão fazemos ele abaixar a cabeça e o pescoço, de forma que a linha inferior do pescoço esteja relaxada.

Os objetivos deste exercício são:

  • O cavalo abre uma comunicação com seu cavaleiro, vendo-o, a partir deste exercício, como líder e não somente como um humano que irá montá-lo;
  • O cavalo aprende a relaxar durante seus exercícios na pista, fazendo com que ele se sinta melhor e feliz dentro da arena, enquanto trabalha;
  • Diminui o stress da pista ao cavalo e cavaleiro, afinal cria a conexão e comunicação entre eles para posteriormente compartilharem a melhor equitação que podem praticar;
  • Faz com que o foco do cavalo seja as ajudas de seu cavaleiro e não o que está acontecendo em volta.

As ajudas mais usadas neste exercício são Pressão (seja na embocadura ou no cavesson) e Relaxamento !!

O natural do cavalo ao sentir a pressão feita pelo cavaleiro é reagir e fugir dela. Neste exercício começamos a ensinar o cavalo a sentir esta pressão, mover-se a favor dela e manter-se relaxado  e na posição quando a pressão vira relaxamento. É nesta fase que o cavalo precisa aprender a confiar na conexão do cavaleiro com ele através da pressão e relaxamento. Por isso que neste primeiro exercício é colocador o cavalo parado, com o pescoço para baixo e para frente.

É muito importante olhar a angulação da ganacha do cavalo. Um cavalo relaxado sempre tem esta angulação grande, caso contrário, não há relaxamento. O não relaxamento pode provocar muito tensão na primeira vertebra com o crânio que poderá resultar em sérios problemas de saúde ao longo do tempo. 

Outro ponto importante é que também não é necessário levar a cabeça do cavalo até o chão. É sim para ir para baixo, mas lembre-se que todo o Treinamento de Equidade é baseado no centro de massa do cavalo, fazendo que o cavalo passe a distribuir seu peso igual sobre suas patas. Então, se neste exercício a cabeça do cavalo for muito para baixo, o peso do cavalo estará deslocado mais sobre suas patas dianteiras do que as traseiras, que não é o objetivo deste exercício. Portanto o ponto para relaxar é quando temos uma boa angulação da ganacha e a linha inferior do pescoço do cavalo relaxada.

Uma dica muito importante é: tenha sempre em mente o que você deseja e lembre-se que o tempo e a dosagem da pressão e relaxamento deste exercício é uma chave importantíssima para seu dia a dia.  Alguns pontos em que humanos sempre erram ao realizar a pressão e relaxamento são: colocar muita pressão, colocar muita pressão por muito tempo e colocar uma pressão inesperada e/ou rápida.  Como resultado destes erros humanos, temos o cavalo indo contra a pressão, ou seja, levantando a cabeça, ou ignorando a pressão (resistindo na mesma posição).

Outra dica muito importante é que o relaxamento da pressão é tão importante quando fazer a pressão, afinal o cavalo precisa entender que não precisa mais ir a favor da pressão e que pode apenas continuar naquela posição.

Portanto esse exercício que parece simples faz com que o cavaleiro refine suas ajudas de pressionar e relaxar, cria a conexão entre cavalo e cavaleiro, faz com que o cavalo passe a ver seu humano como seu líder e ainda faz observar se o peso do cavalo está distribuído de forma igual em suas quatro patas.