Por que crianças deveriam montar cavalos?

14/11/2019 16:39

Por que crianças deveriam montar cavalos?

Crianças precisam de uma série enorme de fatores para poderem se desenvolver e crescer. Entre elas está a escola, a educação, médicos, alimentação correta, entre tantas outras áreas necessárias para se tornarem adultos.

Contudo, existe um ponto comum a todos os pais: o maior desejo é que a criança cresça feliz, saudável e que se torne um adulto de bem, sendo um bom profissional, constitua família e seja feliz.

Para chegar neste objetivo é necessário ultrapassar vários obstáculos que a vida coloca na nossa frente.

É preciso empenhar muito amor, dedicação, ensinar o certo e o errado, ensinar a andar, ensinar a planejar, ensinar a cair, ensinar a se levantar, ensinar a se doar ao próximo, ensinar a ter disciplina e muito mais.

É uma tarefe difícil, mas com calma é possível chegar ao sucesso.

Também vem a necessidade da criança se desenvolver fisicamente.

E aí a pergunta é: Onde podemos encontrar tudo isso?

É neste ponto que encontramos a resposta neste tema, podemos encontrar tudo isso nos esportes equestres, de preferencia no Hipismo.

(Hipismo = conjunto de esportes equestres que são normatizados pela Federação Equestre Internacional, Confederação Brasileira de Hipismo e consequentemente as Federações Estaduais- hoje em dia temos Rédeas, Salto, Adestramento Clássico, CCE – Concurso Completo de Equitação, Volteio, Enduro, Atrelagem).

No convívio e prática desportiva com o cavalo a criança terá uma série de benefícios:

  • Aprimora a concentração e disciplina para guiar o animal,
  • Auxilia na identificação, coordenação e equilíbrio corporal,
  • Caráter, Auto Confiança e Auto Estima também se beneficiam com a técnica,
  • Contato com a Natureza o que auxilia na compreensão e proteção do meio ambiente,
  • Cria vínculo com outras espécies, entendendo e aprendendo a respeitar as diferenças,
  • Senso de Responsabilidade por ter que montar, praticar uma atividade e cuidar do cavalo,
  • Empoderamento ao subir em um cavalo e estar acima da altura dos demais humanos,
  • Estimula o trabalho em equipe, entre cavalo e cavaleiro há a formação de uma equipe, além dos instrutores, veterinários, ferradores, entre tantos outros profissionais que precisam estar junto ao cavalo e cavaleiro,
  • Amizade – criam-se verdadeiras amizades entre crianças, adolescentes e adultos que praticam o mesmo esporte,
  • 30 minutos de equitação geram 1800 estímulos cerebrais,
  • Ensina a colocar-se sempre maneira ativa para enfrentar obstáculos e dificuldades, sempre com objetivo de vencer,
  • Diminui o stress, o medo, a ansiedade, a agressividade, inibição e outros fatores que atrapalham no processo de desenvolvimento na sociedade,
  • Ensina a dar o melhor de si a cada segundo, sempre respeitando o cavalo, e enfrentando seus adversários de forma honesta, amistosa e clara.

Na prática com cavalos, os cavaleiros ou amazonas devem ter controle de todas as partes do corpo: membros superiores, inferiores, abdômen, costas, pescoço, ombros, pés, peitoral, além de aumentar a capacidade e controle respiratório. Este controle deve ser feito de forma harmoniosa, ritmada e em momentos específicos (não isolados) da montaria. Além disso, já é de saber publico que o cavalo, andando ao passo (andadura primária onde o cavalo pisa um pé de cada vez no chão, sendo rolada e basculante) gera um movimento tridimensional (para cima e para baixo, para esquerda e para a direita, e para frente e para traz) que gera estímulos na Medula Óssea Humana. É por este motivo que as Terapias Equestres estão cada dia mais importantes e mais requisitadas pelos médicos.

Mas onde achar uma boa escola de equitação?

 

Há muitos locais diariamente em todas as cidades de nosso país.

O grande “X” da questão é onde encontrar e como encontrar bons profissionais.

Aqui vão algumas dicas:

  • Verifique se este profissional que irá orientar seu filho possui curso superior – ele se tornará uma espécie de ídolo para sua criança, então tenha um profissional que tenha os mesmos ideais que os seus,
  • Veja como os alunos deste profissional se saíram em competições – o importante não é ganhar provas, mas sim ter um respaldo positivo após competição, uma postura legal e fazer uma prova limpa, sem acidentes, que tenha sido uma alegria participar,
  • Procure saber se este profissional realmente conhece o esporte, por exemplo: para salto iniciante, veja se o professor saltou no mínimo provas de 1,20m e se já teve cavalo próprio, se for de Adestramento Clássico, veja se já participou no mínimo de provas na série Média II.
  • Veja se há mais de um profissional na hípica: uma equipe multidisciplinar sempre atenderá melhor sua criança. A equipe pode ser composta por equitador, educador físico, psicólogo, fonoaudiólogo, pedagogo, entre outros.
  • Com relação aos cavalos não se engane: tamanho não é documento. Nem sempre pôneis são os mais mansos. O ideal é ter cavalos experientes, independente da idade e que ensinem bem sua criança. Confira também se os cavalos não são muito usados em diversas aulas consecutivas. O bem estar do cavalo, mesmo sendo de escola, deve estar em primeiro lugar.
  • Com relação a segurança, veja se a escola obrigada o uso dos equipamentos de segurança para aquele esporte (dentro dos esportes equestres há diferentes equipamentos de segurança), sendo o principal o capacete.
  • Fique atento ao contrato de aula e ao regulamento interno da Escola caso não possuam lembre-se do ditado popular “...o que é dito não é lembrado”.

Também é importante lembrar que a vida a cavalo não é só Salto, portanto sua criança pode e deve aprender algumas modalidades antes de escolher a que quer seguir. Normalmente o recomendado é iniciar com Volteio (aprender equilíbrio, coordenação, ajudas de assento), depois Adestramento Clássico (aprende as ajudas corretas e a dirigir o cavalo) e só então ir para outras modalidades como Salto, Tambor, Rédeas, Enduro, entre outras.

Existem diversos clubes, hípicas, centros de treinamento e haras em SP, interior e demais estados brasileiros.

Sugestões:
Para quem é de São Paulo (interior ou tem fácil acesso ao interior) há a Academia e Escola de Equitação Troá, em Valinhos, na Al. Itatinga 1094, bairro Joapiranga.  Para maiores informações entre em contato: (11) 9 9944-2168 ou troa@dressagearteequestre.com